Olha Comentários fechados em Olha

Textos Comentários fechados em Textos

Livros Comentários fechados em Livros

Barra das Almas Comentários fechados em Barra das Almas

“Ao olhar para esta série de fotografias “Barra das Almas”, de Valter Vinagre, sabemos de instinto que, apesar da sua data recente, se referem a um tempo que não é o nosso. Um tempo pré-moderno, onde a máquina não determinava ainda a vida dos homens e as horas e os dias se sucediam pautados por calendários antiquíssimos. Não há homens e mulheres maduros nestas imagens, apenas um casal de idosos e uma criança, enfeitada de frutos como um jovem deus pagão, que reabre o ciclo da vida que adivinhamos fechar-se em breve.”

Luisa Soares de Oliveira
Julho 2013

Barra das Almas Comentários fechados em Barra das Almas

“Ao olhar para esta série de fotografias “Barra das Almas”, de Valter Vinagre, sabemos de instinto que, apesar da sua data recente, se referem a um tempo que não é o nosso. Um tempo pré-moderno, onde a máquina não determinava ainda a vida dos homens e as horas e os dias se sucediam pautados por calendários antiquíssimos. Não há homens e mulheres maduros nestas imagens, apenas um casal de idosos e uma criança, enfeitada de frutos como um jovem deus pagão, que reabre o ciclo da vida que adivinhamos fechar-se em breve.”

Luisa Soares de Oliveira
Julho 2013

DR – Um Diário da República é um projecto do colectivo[kameraphoto] iniciado em 2010, ano do centenário da proclamação da República Portuguesa.  Em 2013, a [kameraphoto] decidiu entregar o arquivo de 2012 a nove dos seus membros mais alguns convidados para, de um lado, organizar exposições e do outro, editar publicações com a colaboração de editoras e/ou designers. O fotógrafo Valter Vinagre escolheu
trabalhar com Susana Paiva, Luisa Soares de Oliveira e Luis Pinto. O resultado dessa colaboração é a presente publicação Barra das Almas.

FICHA TECNICA:
Título: Barra das Almas
Fotografias: Valter Vinagre/Kameraphoto – Um Diário
da República 2012
Edição : Kameraphoto/Huggly Books
Projecto editorial: Valter Vinagre e Susana Paiva
Texto: Luisa Soares de Oliveira
Tradução: Karen Bennett
Design gráfico: Luís Pinto
Revelação e tratamento de imagem: Álvaro Teixeira/
Kprint
Impressão: Norprint
350 exemplares, Setembro 2013
ISBN: 978-989-96380-7-5
© Fotografia: Valter Vinagre
© Texto: Luisa Soares de Oliveira
O autor agradece a disponibilidade do senhor António
Gaspar, da sua esposa Maria Ermelinda e o apoio do
Município de Idanha-a-Nova nas pessoas do Eng.
Álvaro Rocha e do Eng. Armindo Jacinto.
www.umdiariodarepublica.com

Húmus Comentários fechados em Húmus


Húmus, de Valter Vinagre (Avelãs de Caminho, 1954) é um olhar retrospectivo sobre o conjunto da sua obra que abarca o período compreendido entre 1988 e 2009. A viagem pelos seus diferentes livros e séries fotográficas contempla aproximadamente 70 obras, impressas em diferentes formatos.

O fio condutor da mostra explora de forma fragmentada alguns dos estratos mais íntimos do imaginário do ser humano. A selecção de imagens não está estruturada cronologicamente, antes sublinha as conexões simbólicas e a dualidade de significados existentes em muitos dos trabalhos de Valter Vinagre. São fotografias aparentemente documentais, que exibem todas as suas potencialidades polissémicas ao dialogarem entre si e ao serem submetidas à descontextualização do objectivo que em muitos casos esteve na sua origem. A partir dos conteúdos que de forma ambígua emergem nas diferentes secções da exposição, o espectador pode aceder As reflexões do autor sobre as nossas fantasias, a proximidade da morte, o sexo, a memória ou as relações humanas, um espectro temático aqui representado com um carácter sombrio e inquietante que reforça as suas capacidades evocativas e a sua deriva metafísica.

Produzido pela Fundação D. Luís I e exibido no Centro Cultural de Cascais em 2009,HUMÚS foi comissariado por Alejandro Castellote.