Bio

VALTER VINAGRE

Nascido em Avelãs de Caminho (Anadia, Portugal) em 1954, Valter Vinagre estudou fotografia no AR.CO (Centro de Arte e Comunicação Visual, Lisboa) 1986–1989 e iniciou o seu percurso em finais dos anos 1980, realizando exposições individuais e participando em mostras e iniciativas de cariz coletivo.

Exposições individuais (seleção)

Cá na Terra (Arquivo Fotográfico Municipal, Lisboa) / Bored in the USA (Centro Cultural Emmerico Nunes, Sines) / Espírito nas Ilhas (Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro) / Variações para um Fruto (Museu Francisco Tavares Proença Júnior, Castelo Branco) / Húmus (Centro Cultural de Cascais/Fundação D.Çuis I) / OLHA (Galeria Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, Lisboa) / Posto de trabalho (Fundação EDP/MAAT,Lisboa) / Rouge,bleu,mauve et vert (Maison d’Image, Tunis. Tunisia) / Da natureza das coisas (Travessa da Ermida, Lisboa) / A Voz na cabeça (Galeria do Parque, Vila Nova da Barquinha) / Do Amor-Clausura (Galeria CAOS,Viseu) / Sob o Signo da Lua (Casa das Artes ,Tavira. Centro Cultural Raiano, Idanha-a-Nova, Katowice  Miasto Ogrodów. Katowice, Polónia) / Corações ao Alto (Convento de S.José , Lagoa) / Não se ouve um ai (Mupi Gallery , Maus Hábitos, Porto) / BOCA (Casa Amarela, Castelo Branco) / Sete Retratos, Sete paisagens enquanto retrato (Centro Cultural Raiano Idanha-a-Nova) / Entre a Ruína e o Fogo (Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, Bragança).

Exposições colectivas (seleção)

Topografias da Vinha e do Vinho (Cordoaria Nacional, Lisboa) / Uma Extensão do Olhar (CAV-Centro de Artes Visuais, Coimbra) / Pedras e Rochas (Fundação Eugénio de Almeida, Évora) / Critério Visível – 150 Anos de Fotografia Portuguesa (Edifício da Cadeia da Relação, CPF, Porto) / O Presente – Uma Dimensão Infinita (BESart Coleção Banco Espírito Santo – Museu Coleção Berardo, Lisboa) / Um Diário da República (PhotoEspaña, Fundación António Saura/Casa Zavala, Cuenca / Galeria Slovenskej em Bratislava )  / NDT80 (Mosteiro de Tibães, Braga) / Hospital (Panóptico do Hospital Miguel Bombarda, Lisboa) / O Tempo e o Modo, para um retrato da pobreza em Portugal (Pavilhão 31 do Hospital Júlio de Matos, Lisboa) / Os Inquéritos (À fotografia e ao Território) / Paisagem e Povoamento (CIAJG- Centro Internacional das Artes-José de Guimarães , Guimarães | Museu Nacional de Etnologia, Lisboa) / A Preto & Branco na Colecção da Fundação PLMJ (Sociedade Nacional de Belas Artes , Lisboa) / Second Nature: Portuguese Contemporary Art from the EDP Foundation Collection (The Kreeger Museum, Washington D.C. USA | BF18 _ Bienal de Fotografia de Vila Franca de Xira) / Trabalho Capital # Greve Geral (Centro de Arte Oliva, S. João da Madeira) / Matéria para escavação Futura (Palácio Sinel de Cordes | Trienal de Arquitectura de Lisboa, Lisboa)

Filmes

ESPERA. 2015

Prémios

Prémio Autores 2016 da Sociedade Portuguesa de Autores. Melhor Trabalho de Fotografia com “Posto de trabalho”

Prémio da 6.ª Bienal de Fotografia Vila Franca de Xira em 1999 com “Corpu insanu”

Bibliografia (selecção)

Telheiras- Lisboa, ed. Autor, 1992.

Cá Na Terra,  texto de Manuel Hermínio Monteiro, Assírio & Alvim, Lisboa, 1998

Espírito nas Ilhas, textos de Álamo Oliveira e Hermínio Monteiro ,Instituto Camões, Lisboa, 2001.

Na Cidade, Texto de Jorge Calado, IST Press, 2002.

Bored in the U.S.A., texto de Lúcia Marques, Assírio & Alvim, 2004.

Variações para um fruto, texto de Ana Ruivo, Assírio & Alvim, 2004.

PARA , texto de Celso Martins, Assírio&Alvim,2006

HÚMUS, texto Alexandro Castellote, Centro Cultural de Cascais, 2009

OLHA, texto de Celso Martins, APAV, Lisboa, 2011

Barra das Almas, texto de Luisa Soares Oliveira de Oliveira, Kameraphoto/Huggly Books,2013

Posto de Trabalho, texto de Jaime Rocha, XYZ Books, Lisboa, 2015

Rouge, Blue, Mauve et Vert, Edição de autor com apoio de XYZ Books, Lisboa 2016

Da natureza das coisas, texto de Emília Tavares, Travessa da Ermida, Lisboa 2016

A voz na cabeça, texto de João Pinharanda, Município de Vila Nova da Barquinha, 2017

Sob o Signo da Lua, textos de António Guerreiro e Joaquim Moreno, DAFNE editora, Porto, 2018

PERCEBES, Texto Miguel Figueira, Glinding Barnacles, Figueira da Foz,2020

BOCA, Texto Eunice Ribeiro, Terceira Pessoa – Associação, Castelo Branco, 2020

Coleções (seleção)

Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa / Fototeca Nacional de Cuba / Musée de la Photographie – Charleroi /Centro Cultural Raiano-Município de Idanha-a-Nova/ Município de Nazaré/Município de Vila Nova da Barquinha/ PLMJ – Sociedade de Advogados, Lisboa / Colecção Nacional de Fotografia | Centro Português de Fotografia / Contemporary Photography Collection of Novo Banco/ Fundação D.Luis I, Cascais / Colecção de Arte Fundação EDP/ Colecção Norlinda e José Lima/ Particulares.

valter-viangre-selfportrait